Arabic Korean Japanese Chinese Simplified RussianEnglish French German Spain Italian Dutch

DESING DE MODA GRATÍS


MODA, VOGUE, ANNA WINTOUR, CELEBRIDADES! É ISSO QUE SE PENSA QUANDO O ASSUNTO É MODA E FASHION SHOW'S, POIS É TUDO TÃO  GRANDE QUE NOS CARREGA PELO PENSAMENTO... A MODA É A FADA MADRINHA DA AUTO - ESTIMA, DA CRIATIVIDADE E DO GLAMUR.

QUE TAL APRENDER-MOS,  CURSO ON LINE DE GRAÇA. CHAMA ATENÇÃO... ACHEI ESTE CURSINHO NO SITE: http://www.cursosnocd.com.br/design-moda/. BEM LEGAL.VEJAMOS:

Design Moda
Passarelas, lançamento de coleções e todo o glamour envolvido no mundo da alta costura podem criar a falsa impressão que para o curso de Moda basta talento e uma boa ideia. Itens necessários, verdade seja dita, mas que só funcionam se aprimorados pelo trabalho e estudo. Criar coleções originais, usar cores, referências, lançar tendências, unir o belo ao confortável são expressões que norteiam o trabalho do profissional de Moda. Mais que glamour, você encontrará muita técnica.

O curso habilita o profissional para atuação em várias áreas de criação e desenvolvimento, passando por consultoria de moda, design têxtil, chegando até a gestão do desenvolvimento de produtos e de uma confecção. Indiferentemente da área de atuação, o profissional precisa acompanhar as inovações constantemente; afinal, o mercado muda e as tendências vêm e vão no ciclo das estações.

A história da moda em Nova Iorque

As mulheres tiveram um papel muito importante em Nova Iorque. As mulheres americanas tinham a fama de mulheres mais independentes e espontâneas do que as mulheres européias. As americanas praticavam mais esportes e começavam a trabalhar mais cedo. Por o motivo de começar sua vida profissional mais cedo, suas roupas eram modelos mais modernos, práticos e elegantes.
As mulheres americanas usavam blusas cintadas com saias e roupas clássicas confeccionadas por alfaiates.
Em casa as mulheres usavam vestidos mais simples e para trabalhar a tarde elas usavam vestidos não muito decotados. Se fossem receber alguém no café ou chá, usavam vestidos mais confortáveis. Com esses tipos de trajes, as mulheres não usavam chapéu. Ao invés de colocar um chapéu, elas faziam um belo penteado e enfeitavam os cabelos.
As americanas começaram a usar espartilhos para afinar a cintura.
Em 1909, as americanas começaram a usar chapéus ao estilo de esquimós e capas de pele, isso foi inspiração do Pólo Norte.
Em 1910 começaram a preferir as roupas nas cores pretas, brancas e tons escuros. Começaram a usar tecidos leves como a seda e o crepe, às vezes bordada na frente e nas mangas.
Em 1913 as mulheres começaram a usar saias mais curtas e os cabelos cada vez mais soltos.

Curiosidades sobre A Moda no Século XIX

- No século XIX a cor da roupa que dava status ao homem era a preta.

- No século XIX, houve movimentos feministas e as mulheres começaram a usar faixas e/ou turbantes, para que a sociedade enxergasse as mulheres como pessoas que eram incostante mo amor.

- A França foi o primeiro país a inventar e usar o colégio para as adolescentes, que era denominado de liceus. Esse tipo de colégio exclusivo para as mulheres foi criado em 1880.

- Uma curiosidade interessante é que no século XIX, a mulher que quisesse vestir calças era obrigada a pedir uma autorização para a polícia. Algumas famosas como a escritora George Sand e a pintora Rosa Bonheur tinham que registrar o pedido na polícia francesa.

- A alta-costura começou em Paris na metade do século XIX, quando modelos originais eram feitos por alfaiates e costureiras, que começaram a encomendar tecidos das casas de alta-costura chamada de couture.

- Charles Frederic Worth foi o primeiro costureiro a criar em Paris uma Maison de couture que era a casa de alta costura. Charles Frederic também foi o primeiro a ter a idéia de apresentar seus modelos em desfiles e cobrar preços altos para quem tivesse vontade de comprar a griffe (marca).

Design Moda

É um curso voltado para o desenvolvimento de Profissionais que queiram atuar no mundo da moda, seja na área de criação, comercialização, desenvolvimento, promoção e divulgação de produtos.
Estuda a história da moda, do vestuário, pesquisa as principais tendências da moda usando técnicas específicas.
O profissional de moda deve ser criativo.

O mercado de trabalho de Moda
Quem estuda moda pode trabalhar em indústrias texteis (confecção, malharias, tecelagens).
Fábricas de calçados e bijuterias.
Produção de moda nos meios de comunicação (revista, TV e cinema. Montar vitrines.

Teoria da Cor

Todo profissional de moda deve ter conhecimento sobre as cores. Abaixo estão disponíveis algumas cores com seus significados e combinações.

VERMELHO

O vermelho é a única cor brilhante de verdade e pura em sua composição. É exultante e agressiva. É o símbolo da paixão ardente e desenfreada, da sexualidade e do erotismo. É uma cor cálida associada com o sol e o calor, de tal maneira que é possível se sentir mais aquecido em um ambiente pintado de vermelho, embora objetivamente a temperatura não tenha variado. Seu nome procede do latim "russus".
O vermelho é a cor do sangue, da paixão, da força bruta e do fogo. Utiliza-se nas festas do Espírito Santo, iluminando a chama do amor divino, e nas festas de Semana Santa e Pentecostes.

Cor fundamental, ligada ao princípio da vida, sugere vitalidade, entusiasmo, paixão, agitação, força, sexo, calor, fogo, sangue, amor, audácia, valor, coragem, cólera, crueldade, intensidade e virilidade, estando associado com sentimentos enérgicos, com a excitação apaixonada ou erótica. É a cor mais sensual de todo o círculo cromático.

O vermelho também sugere alarme, perigo, violência, ira e aborrecimento. Muitos animais e plantas usam o vermelho para indicar sua periculosidade, e o homem o utiliza em todo tipo de indicações de proibição e perigo.


VERDE

O verde é a cor mais tranqüila e sedativa de todas. É a cor da calma indiferente: não transmite alegria, tristeza ou paixão. Seu nome deriva do latim "viridis" (que tem seiva).

Está associado a conceitos como Natureza, saúde, dinheiro, frescor, crescimento, abundancia, fertilidade, plantas, bosques, vegetação, primavera, frescor, esmeralda, honra, cortesia, civismo e vigor. O verde que tende ao amarelo cobra força ativa e soleada; se nele predominar o azul será mais sombrio e sofisticado.
Significa a esperança, os bens que hão de vir, o desejo de vida eterna. É a cor própria do ano eclesiástico e de grande número de festas, assim como de certos domingos antes de Pentecostes.
Dizem que é a cor mais descansada para o olho humano e que tem poder de cura ( será por isso que o uniforme dos cirurgiões são verdes?).


AZUL

A cor azul é o símbolo da profundidade. Imaterial e fria, suscita uma predisposição favorável. A sensação de placidez que provoca o azul é distinta da calma ou repouso terrestres, próprios do verde.

É uma cor reservada e entra dentro das cores frias. Expressa harmonia, amizade, fidelidade, serenidade, sossego, verdade, dignidade, confiança, masculinidade, sensualidade e comodidade. Seu nome é de origem incerta, porém parece que procede do sânscrito "rajavarta" (cacheado do rei).

Esta cor se associa com o céu, o mar e o ar. O azul claro pode sugerir otimismo. Quanto mais se clarifica mais perde atração e se torna indiferente e vazio. Quanto mais se escurece mais atrai para o infinito. Possui também a virtude de criar a ilusão óptica de retroceder.
OBS: MENINAS TEM MUITO MAIS N SITE, SÓ COPIEI E COLEI O QUE EU ACHEI MAIS INTERESSANTE PARA VOCÊS LEREM.

OM- clubvipdalulusinha@hotmail.com

CONVERSATION

0 comentários:

Postar um comentário

Oi pessoal, obrigada pelo seu comentário e por lerem meu blog. Sejam sempre bem vindos! Dada Mitinguel.